sábado, 3 de abril de 2010

Novo portal para brasileiros no Second Life!

No último dia 27 de março foi inaugurado o novo portal de acesso ao público brasileiro no Second Life. O objetivo é apresentar o SL como um programa de relacionamento e negócios. Os responsáveis pelo "gateway" são as empresas Second Island (dona de mais de 60 ilhas/regiões) e a Promovendo Comunicação e Eventos.

Trata-se de um projeto aprovado pela Linden Lab e desenvolvido pelo grupo de empreendedores, que pretendem oferecer todo o suporte necessário para que os novos residentes desenvolvam desde atividades comerciais, obtendo lucro com as mesmas, até atividades pessoais, focadas no relacionamento e na diversão.

A principal iniciativa desta nova ilha gateway é que o residente novato já saia de lá, com a noção de que Second Life pode ser uma nova chave, para abrir as portas de uma nova vida.

Visite o novo Gateway clicando AQUI.

Apoio:
www.mundolinden.net
"Second Life Fácil"

3 comentários:

slsegundavida disse...

A Linden distribuiu para a comunidade lusófona quatro "Community Gateways" - CG como se pode ver ao clicar em portuguese no seguinte link:

https://join.secondlife.com/gateways.php

Não se sabe bem os critérios utilizados para a sua distribuição. Tem dono de ilha que tem muitas ilhas e outro que tem apenas duas ilhas.


Soube que a Linden exigiu uma série de condições para serem atendidas.

A ilha ou a área de nascimento deve ser PG ou na nova notação Geral.

Deve ter uma equipe de atendimento, eu creio. Não se deve dar nada aos novatos a não ser landmarks e notecards. A Portal Brasil diz que nada deve ser dado.

O objetivo destes novos locais de nascimento é ajudar aos novatos para que eles fiquem no SL e não abandone, devido a dificuldade em se entender o "jogo".

Visitei todas as "Community Gateways" - CG ou "Portal das Comunidades".

Muitas foram bem montadas, com placas indicativas e setas no chão para o novato seguir.

Algumas CGs estavam localizadas em uma ilha exclusiva, outras CGs em um simples lote de uma ilha.

A grande maioria das CGs não tinham equipe de atendimento. Alguns novatos me pediam ajuda, quando ali visitei.

Em outras o roteiro ou caminho a ser seguido era muito complicado para um novato seguir.

Em outras CGs o lag da ilha era tão grande que o conteúdo das placas de ajuda, nunca terminava de carregar.

A CG da ilha Brasil, por exemplo está em área RPG com pessoal lutando ao lado da área de nascimento.

A CG de Copacabana parece não ter nenhum atendente.

Uma impressionante quantidade de novatos, vem ao SL para saber como conseguir um emprego e como ganhar reais ou euros.

Você explica, explica explica, o sujeito cobra de você e o novato abandona o SL em menos de uma semana.

Outros novatos até que tem a boa vontade de aprender a usar o botão inventário e de comprar roupas grátis e de saber como trocar uma roupa.

Estes somem do SL em duas a três semanas.

Uma pequeníssima parte diz gostar do SL e somem em dois ou três meses. Algumas vezes pedem ajuda via MI, mas somem.

Muito esforço para nada.

Fora um determinado grupo de pessoas que deixaram de ser mentores e que aparentemente se acham o dono da cocada e sem fazer o uso um pouco de diplomacia e de convivência em grupo, como diria, dão lições a quem sabe melhor como o SL funciona, do que eles mesmo.


Não adianta achar que as CGs vão diminuir a taxa de abandono do SL.

Não é rarp ver novatos que não sabem qual seja o lado direito, quando se tenta ensinar que o botão inventário fica a direita sobre o relógio do Windows.

vai ser difícil explicar a um novato onde está o botão inventário.

Creio que a Linden espera que o pessoal ache as coisas sozinho.

Vamos ver no que vai dar.

slsegundavida disse...

Muita coisa nova apareceu no Second Life na última semana.

Um novo termo de serviço, que entra em vigor em 30 de abril.
http://secondlife.com/corporate/tos.php

Uma atualização do TOS em:

https://blogs.secondlife.com/community/community/blog/2010/03/31/updated-second-life-terms-of-service

O uso do visualizador Emerald ou um outro qualquer, deverá estar nesta data homologado, no seguinte link:
http://viewerdirectory.secondlife.com/

Para um residente comum, temos agora um texto mais contínuo e fluente. Talvez não muito legal do ponto de vista jurídico.

O TOS agora tem links para qualquer assunto. Toda as regras foram agora linkadas uma as outras.

Muitos textos a serem lidos ou que agora são mais visíveis.

Senti a falta da descrição de uma forma de recuperar uma conta bloqueada, ou de uma instância de julgamento.

Creio que a Linden atue de forma diferente para quem seja conta premium.

Tiamat disse...

oi slsegundavida, a LL possui algumas diretrizes a quem quer ter uma CG. Ela não saiu distribuindo a responsabilidade a qquer um. A manutenção de uma CG é seguida por diversos relatórios por Lindens e deve ter o apoio de mentores dos grupos RHN (o programa que substituiu o antigo programa de mentores - só que nós continuamos ali..eheheheh)
Não existe CG copacabana. Ha sim uma antiga mlbr1, que era CG mas ja não consta mais como link de nascimento no registro. Eu desconfio (posso estar muito enganada) é que quem continua a nascer em mlbr1 tenha baixado o software do site da mainlandbrasil (ainda estava no ar), algum link velho de sites de downloads tipo baixaki e ficam desatualizados. Ha um ou outro voluntário que aparece em mlbr para ajudar, mas a ilha não possui mais dono, não temos contato.
Sobre portal brasil eu pessoalmente gostei muito embora discorde da política deles em relação aos mentores rhn, por isso não pretendo atuar ali. as informações todas estão dispostas nos painéis, n~]ao ha necessidades de notes, até pq o novato leva algum tempo se acostumando aos novos comantos ( agora obrigatoriamente todos pela versão 2.0)

Sobre sua dúvida sobre instâncias legais e recuperação de conta, a LL analisa e julga cada caso de denuncia que ocorre.
Normalmente envia um email avisando do bloqueio ou cancelamento da conta e ainda oferece o direito de apelação.No TOS - o novo e velho especificavam corretamente em quais circunstâncias ocorria bloqueio e cancelamento e se reservava no direito de fazê-lo a qquer hora.

por último, sim, o tratamento do usuário comum e prêmium são diferenciados sim, acho que é assim em qquer lugar. (mas a LL tenta ser justa com todos)