sexta-feira, 11 de junho de 2010

Linden Lab demite 30% dos funcionários!

A empresa dona do Second Life confirmou a demissão em massa de mais de 30% dos seus funcionários. Cerca de 100 pessoas foram demitidas, dentre elas pessoas muito queridas pela comunidade de residentes do SL.

Baseado no post do NWN

Antes de ontem, o maior blog do mundo sobre Second Life (New World Notes) publicou uma postagem afirmando saber da demissão em massa, antes mesmo desta ser formalizada ou anunciada pela empresa (Linden Lab).

Após demitirem mais de 100 Lindens (como os funcionários são conhecidos no mundo virtual), o CEO (Mark Kingdon - ou "M Linden") do laboratório enviou um email pessoal para alguns residentes influentes que participam do Second Life - normalmente donos de blogs e produtores de conteúdo. O motivo das demissões de acordo com ele é uma reestruturação profunda na empresa, visando melhorar ainda mais os serviços prestados. Descartou qualquer crise interna, ressaltando a excelente posição financeira do Second Life, divulgando dados relativos a sua utilização e rentabilidade, como seguem:

* em maio/2010 mais de 1 milhão de residentes acessaram seus avatares no Second Life;
* consumiram mais de 37 milhões em horas de uso;
* o Second Life movimentou mais de US$52.5 milhões, apenas em transações entre avatares.

Ou seja, eles consideram o mundo virtual um negócio viável e totalmente sólido. Mas, por que ocorreu esta demissão em massa?

Wagner James Au, editor do NWM, discorreu sobre o assunto em seu blog e acredita que trata-se de um fato relacionado à estratégia de desenvolvimento de serviços da Linden Lab, para o Second Life. O eixo principal teria sido o desenvolvimento da plataforma de integração do mundo 3D com a Internet, através do acesso via browser.

De acordo com James, a IBM adquiriu o Pelican Studios, que havia desenvolvido uma forma de acesso ao mundo 3D através de um browser de Internet simples (navegador), este projeto chama-se inDuality. Como a IBM é parceira da Linden Lab na gestão e desenvolvimento de recursos, principalmente em relação aos servidores e data centeres, existe a possibilidade de que todos os desenvolvedores da Linden que participavam da pesquisa relacionada ao acesso via web tenham perdido sua utilidade, já que a IBM detém a ferramenta desejada pela empresa e a teria negociado com os donos do Second Life.

Dentre os demitidos, estão muitos "Lindens" famosos, o que causou grande surpresa e comoção na comunidade de residentes; talvez o mais conhecido dentre todos os demitidos seja Blue Linden, responsável direto pelo desenvolvimento de plataformas de acesso ao SL, ligado diretamente à pesquisa para acesso direto via navegadores da Internet.

Como forma de homenagear os amigos que foram demitidos, CodeBastard Redgrave, uma residente do Second Life muito conhecida na comunidade internacional, construiu um grande memorial, que pode ser visitado neste link.

Nos vemos no Second Life!!!

Jean Liberato
Editor

Origem: www.mundolinden.net
"Second Life Fácil"

Um comentário:

slsegundavida disse...

Não gosto desta notícia. Não tenho como avaliar o impacto desta medida para o SL, porém imagino que os custos de uma ilha devam futuramente aumentar.

Eu gostaria que avatares com conta premium pudessem comprar uma ilha leve (Homestead) e não ter antes de ser dono de uma ilha Full.