terça-feira, 13 de julho de 2010

Machinima é a melhor (e mais lucrativa) aplicação para o Second Life no mundo real!

Junte cinema com vídeo game e você terá um machinima! Além da arte, produzir machinimas no Second Life tornou-se um excelente negócio, muito lucrativo.

Escrito por: Jean Liberato
Inspirado no post do NWN

Muitas foram as tentativas de tornar lucrativas as ações voltadas para o mundo real, geralmente publicitárias, utilizando-se o Second Life; mas, poucas ações deram certo e a maioria das atividades verdadeiramente lucrativas no mundo virtual, são aquelas focadas na produção e comercialização de conteúdo interno do próprio Second Life, os chamados "bens virtuais" (casas, roupas, armas, maquiagens, aparência, móveis, terrenos, cidades, etc).

Entretanto, os Machinimas caíram no gosto popular e são uma mania entre muitos residentes do SL e jogadores de vídeo games. Não são produções exclusivas do Second Life, existem inúmeros jogos e programas que são utilizados para produzir este tipo de animação (The Sims, Call of Duty, World of Warcraft, entre outros).

Um bom exemplo de produção baseada no Second Life, é a inclusão de cenas criadas no Second Life para o filme Modelos nada corretos - Role Models (comédia, de 2008). O diferencial está na forma em que o conteúdo foi produzido e integrado ao filme. Apresenta-se em forma de um vídeo game de luta, utilizado por dois dos principais personagens. A sequência pode ser assistida abaixo:


Caso o vídeo não funcione clique aqui.

O Second Life é uma plataforma livre, para a criação de animações. E isso é muito interessante, pois, existem diferenciais que tornam este tipo de produção muito atrativa. Os principais diferenciais para se produzir um "filme" de animação utilizando o Second Life são:

- os direitos de propriedade da Linden Lab são abertos e permitem o uso livre do Second Life para atividades que tenham fins lucrativos, sem a cobrança de taxas ou royalties;

- disponibilidade de uma grande biblioteca de configurações, para customização dos personagens e dos cenários;

- grande variedade de adereços, efeitos visuais e outros elementos, produzidos por desenvolvedores independentes, que podem personalizar livremente o projeto, baseando-se no roteiro.

Aqui no Brasil utilizou-se o Second Life para criar um machinima como ferramenta de produção para o clipe "Doce Paixão", da Claudia Leitte. Que recebeu conteúdo baseado no mundo virtual como temática para a trama, servindo de "pano de fundo" para a música. Assista:


Caso o vídeo não funcione clique aqui.

O potencial para atingir o grande público é inquestionável, este clipe da Claudia Leitte foi visto por mais de 2,3 milhões de pessoas apenas no You Tube!

Mas como nem tudo é perfeito, o maior problema é a falta de visão estratégica da Linden Lab, criadora do Second Life, que não consegue enxergar este segmento de forma adequada, nada fazendo para promover a produção de machinimas através do SL.

Porém muitos desenvolvedores já perceberam este potencial do software e criam filmes maravilhosos através dele. Devem faturar alto com as produções contratadas pelos seus clientes.

Um dos maiores diretores de machinimas, feitos partir do Second Life é o português Hugo de Almeida (conhecido também por seu avatar Halden Beaumont). Hugo dirigiu produções para a Presidência de Portugal e para outras entidades europeias. É reconhecido pelo primor artístico de seus filmes.

Assista ao filme produzido para o Gabinete da Presidência de Portugal, rico em detalhes e muito belo:


Caso o vídeo não funcione clique aqui.

Nos vemos no Second Life!!!

Jean Liberato
Editor

Origem: www.mundolinden.net
"Second Life Fácil"

Um comentário:

spyvspy aeon disse...

Bom artigo, claro que a Machinima é e desde já algum tempo tem sido, está a cair na boca do povo agora. Desde já a Machinima tem conseguido transgredir a barreira do universo do mundo virtual,levando esse mundo a quem nunca sequer teve acesso, arte, comercial, documental há muitos mais artistas na cena actual das grandes produções, tais como a Pooky Amsterdam, Draxtor despres, IIclan entre outros. Claro, Halden chegar ao presidente e tornar uma produção um projecto nacional é um marco bem alcançado. :)