sexta-feira, 31 de outubro de 2008

A crise das OpenSpaces continua e Linden Lab se manifesta sobre o assunto

Passados quatro dias após o anúncio da empresa confirmando que os preços das ilhas OpenSpace seria reajustado em 66%, bem como o custo mensal de manutenção, afetando todo o mercado de terrenos no Second Life, muitas manifestações fizeram representantes da Linden Lab se pronunciar oficialmente sobre o problema.

Por Jean Liberato

No blog oficial, Jack Linden afirma que todos estão sendo ouvidos no processo e incentiva as pessoas que não concordam com as mudanças, para manifestarem-se exclusivamente através do fórum ou comentando as postagens oficias no blog da empresa. Diz ainda que admira muito o fato das pessoas se preocuparem e demonstrarem paixão, muitas vezes excessiva, por suas posses no Second Life.

Jack reafirmou que inicialmente as Openspaces foram destinadas ao espaço vazio do oceano, do céu ou ainda áreas florestais. Seguindo esse critério, a maioria das Openspaces está fora de sua utilidade original.

"Nós não estamos sugerindo que seja uma coisa ruim, mas é claro que estamos felizes de que as pessoas tenham encontrado outras utilidades para este tipo de terreno. Bem como não achamos que estejam abusando dos recursos do sistema. Apenas achamos que o recurso mudou e continuará sempre mudando, pois as pessoas encontram maneiras mais criativas de utilizá-lo. O importante é reconhecer que a revisão tarifária é necessária, pois existem custos adicionais associados a esta mudança de postura, apenas isso", declarou Jack na postagem do blog oficial.

Nos próximos dias, a Linden continuará lendo e analisando todos os comentários acerca do fato, mas diz que não aceita discussão fora dos canais que ela mesma declara sendo os corretos, como por exemplo o JIRA e blog. Jack completa a postagem dizendo que sabe que existem hoje muitas formas de atuação e utilização das Opens Spaces (também conhecidas com Voids - espaços vazios em inglês) e que poderá ser tomada uma decisão intermediária para atender as diversas formas de sub-utilização destas regiões.

Mas um fato curioso chamou a atenção ontem e demonstra como a empresa está lidando com formas organizadas de protesto: ontem o grupo criado para protestar contra o aumento de preços, chamado Save Our OpenSpaces - SOS, que atingiu mais de 2600 inscrições em apenas 24 horas, foi sumariamente deletado do sistema pela Linden Lab. Uma demonstração de que o caso será tratado sem muita democracia e que consideram uma ameaça os avatares que se organizam por serem contrários à sua atitude.

Origem: http://www.mundolinden.com/

Publicidade:

Um comentário:

Marco disse...

Liberato, quanto a exclusao do grupo: Acho que o sistema do grupo é que deve ser um lixo mesmo e nao aguenta uma massa de usuários.Lembra do seu grupo da help que evaporou ?

Agora o resto é desculpas da LL..Eles tem plenas condições de limitar o uso dos voids.Podemos citar uma delas:

- Se náo quer comércio de terrenos usando voids: Desabilite o land resell, join, etc...

- Reduzir o tamanho máximo de agent limit par algo do tipo 10 pessoas para que assim ninguem faça eventos ou use para fins comerciais.

Agora aumentar o preço é no mínimo conveniente né ? Talvez eu até seja a favor de aumentar uns 33% (25 US$)...porque voids são extraordinários.Ou então aumente os 66% e dê pelo menos 50% a mais de prims né ?

Henry