terça-feira, 28 de outubro de 2008

EXCLUSIVO NO BRASIL: Linden Lab aumentará o preço das taxas de ilhas Open Space!!!

Linden Lab traiu o mercado consumidor no Second Life, acabou de destruir ainda mais sua credibilidade quanto prestadora de serviços, com seu mais recente anúncio, que pegou todo o mercado de terrenos de surpresa, totalmente de "calças curtas"!!!

por Jean Liberato

A bomba é tão preocupante que já se fala em crise imobiliária dentro do grid oficial, pois, a empresa simplesmente aumentou em mais de 50% a taxa mensal (TIER FEE) de todos os terrenos conhecidos como OPEN SPACE que são ilhas com a mesma dimensão simulada física que outras chamadas Full Region (65.535 m2), porém com uma reserva de objetos de apenas 3750 prims, em relação aos 15 mil prims da região normal.

As pessoas optaram em adquirir muitas OPEN SPACES recentemente, por causa do custo mensal baixo e do espaço físico livre de poluição visual. Normalmente sobrava espaço para deixar lindas reservas de água ou mar, dentro ou em volta do terreno.

O custo atual do tier é de apenas US$ 75,00, mas a partir do dia 1 de Janeiro de 2009, o novo custo será de absurdos US$ 125,00!!! Um aumento de 65% no preço antigo!!!!!!!! Já a compra de um lote subirá de US$250,00 para US$ 375,00. Uma falta de respeito e de responsabilidade sem tamanho.

Esta notícia foi recebida ontem (através do blog oficial da Linden Lab - leia na íntegra aqui) com pavor e muita preocupação entre os grandes administradores de terrenos no Second Life (os chamados Land Barons), pois houve um crescimento enorme no mercado de terrenos após a criação das regiões Open Space. Estima-se que atualmente cerca de 45% de todo o grid particular seja composto por estas regiões (Estate Lands, as que estão fora dos continentes oficiais chamados Mainlands e são administradas por residentes investidores).

Caso os Barões de Terras não repassem os novos custos para seus clientes, haverá uma quebradeira generalizada no setor. O preço aproximado de uma região OPEN SPACE no mercado imobiliário atualmente é de L$70.000 para compra e taxa mensal de L$30.000. Porém com este anúncio, o preço de custo mensal do terreno chegará a L$33.000, obrigando o mercado a reajustar os preços para continuar na mesma margem de lucro, ou se houver imprudência dos Barões que dominam os imóveis no SL, muitas pessoas perderão seus terrenos.

O preço futuro que prevemos para estas regiões é o seguinte:

- Compra = subirá o preço médio para L$120.000 (66% de aumento)

- Tier Fee (taxa mensal) = deve subir em média para L$49.500 ao mês (66% de aumento).


Muitos estrangeiros já falam em abandonar o Second Life por conta desse aumento. Os clientes ou assumem o custo com os Barões ou perdem seus terrenos. A situação ficou insustentável! A Linden colocou todos contra a parede e tirou seu corpo fora.

Conversei por MSN hoje a tarde com Jon Himoff, dono da Rezzable, uma das maiores produtoras do mundo, em conteúdo para o Second Life. Ele declarou que a atitude da Linden Lab é ridícula e demonstra a total falta de consideração da empresa para com os residentes que fazem de seu mundo algo factível. Para Jon é vergonhoso a Linden Lab lucrar mais de US$100,000 por semana e não assumir sua incompetência. O erro grotesco foi não terem previsto que o custo do sistema seria maior do que apenas dividir os prims por 4!!! O processamento de 4 regiões menores em prims é maior do que o exigido por uma região normal (Full Region), por causa das questões atmosféricas simuladas e da água.

"Agora, a Linden Lab apenas repassou o custo do seu erro para toda a comunidade de residentes, como se fôssemos obrigados a pagar por sua incompetência", complementou Jon, que finaliza dizendo que "o crescimento absurdo do grid SL nos últimos 5 meses, período em que o novo CEO Mark Kingdon assumiu a gestão da Linden Lab, não passa de uma enganação ao mercado, é apenas uma bolha, que agora irá estourar por causa da incapacidade da empresa assumir seu erro e pagar por ele".

Desta forma ganham força ainda mais os projetos OpenSim, que estão praticamente se igualando com o que oferece o Second Life, com o diferencial de serem muito melhores os custos e as possibilidades de desenvolvimento nos mundos Open Source. Em 2009 certamente teremos uma explosão de mundos virtuais e os baseados no OpenSimulator estão em grande vantagem perante os demais. Com a sucessão de erros da Linden Lab, o sucesso dos OpenSim está garantido! No Brasil será lançado o LifeSim desenvolvido pela StudioGrafics.

Origem: http://www.mundolinden.com/

Agradecimento especial à Jon Himoff - CEO da REZZABLE, por contribuir com nossa matéria, exclusiva e em primeira mão no Brasil!

Publicidade:

3 comentários:

Marco disse...

É isso ai, Liberato.Bem que o título desse post poderia se chamar: Crise de sub-primes chega ao Second Life.Eu sou um desses que está ferrado.Devo ter uns 11 voids.Já até perdi a conta.Meus residentes deixaram bem claro que não vão aceitar esse tipo de aumento.66% é abusivo.E isso não acabou.Eu acabei de postar no fórum oficial do SL que isso vai se transformar em uma tragédia em termos de economia.Haverá muitos abandonos para começar.Só isso ai significa menos L$ em circulação.Como você sabe vendo casas prefab.Meu mercado tambérm vai sofrer, afinal moradia com qualidade a preços acessíveis não haverá mais.Consequentemente o mercado de mobília vai sofrer junto, afinal esse mercado depende de casas prefab e o mercado de casas depende do mercado de terreno.Podemos extender essa reação em cadeia da seguinte maneira: Quem presta serviços de decoração sofrerá também ! E com a minimização dos mercados os criadores de conteúdo tendem a se desmotivar e criar menos.Se criam menos...vão depender menos de infra estrutura e por ai vai ! E eu também escrevi que o mercado de entretenimento é o mais sensível que existe em momentos de crise por ser desnecessário.E que aumentar preços em um ambiente global como o SL é ser muito amador.

Abraços, Henry

Tiamat disse...

é triste ver o tamanho da cara de pau da LL nesse assunto, eu leio em diversos blogs e foruns sobre o assunto e ainda não encontrei motivo suficientemente forte para justificar tamanha baixaria... sem falar na hipocrisia....--> http://forums.secondlife.com/showpos...postcount=1727 --> http://jira.secondlife.com/secure/attachment/19920/DoubleStandard.jpg

Marco disse...

Tiamat....nem tá dificil assim entender.Tudo se resume a só um motivo: Queda das Mainlands ! Morar em Voids é o que liga ! tem muito espaço para a sua criatividade, tem menos vizinhos e se voce optar por morar sozinho nem vizinho tem e ainda por cima você tem poderes sobre o land que são estraordinários.Você pode até trocar a textura do terreno.te terraform 100% liberado.Controla até onde vc quer o sol ! É divino e é barato.Enquanto que as Mainlands é akele padiero, aquele varal de sempre.Conversei ontem com a Sarah Nerd, uma das figuras mais conhecidas de Real Estating no SL.Ela é um a investidora de land pesada no SL e suas mainlands e seus private sims começaram a sofrer quedas de vendas desde que a LL anunciou melhorias em voids.Sabe o que ela fez ? Converteu pilhas de full regions em voids e começou a fazer negócios com eles.Sim, ela tomou um banho de agua fria daqueles.Ficou revoltada e mandou a LL se fuder em chat publico...e teve a conta suspensa.

Henry